Vídeo impressionante de arriamento de forno em Siderúrgica de Itaúna assusta a população. Bombeiros tranquilizam: é ação de rotina

Escrito por em 18/06/2021

Um vídeo com imagens impressionantes de um arriamento de forno na Siderúrgica Ferguminas, em Itaúna, assustou a população. Uma equipe do Corpo de bombeiros foi até a empresa e verificou, entretanto, que trata-se de uma situação rotineira.

Devido aos vídeos que estão circulando a respeito de uma suposta explosão na empresa Ferguminas, o Corpo de Bombeiros Militar de Itaúna salienta que já foi feito contato com a empresa e não há riscos nem vítimas. A situação em questão, segundo a empresa, se dá por um arriamento do forno, situação rotineira em que há propulsão de chamas.

Ontem, esse procedimento estava com uma descarga maior, chamando atenção dos populares que passam por lá. Portanto, no momento, não há necessidade de intervenção do Corpo de Bombeiros Militar. De acordo com o Corpo de Bombeiros, para maior tranquilidade da população, uma viatura foi deslocada para o local para averiguação.

Empresa tem registro de acidentes

No ano passado a Siderúrgica Ferguminas registrou três acidentes, nos meses de junho, setembro e novembro.

O primeiro acidente, um vazamento de gás em um tanque da empresa, causou seis vítimas – cinco funcionários e um militar do Corpo de Bombeiros – que precisaram de atendimento médico de urgência. O tanque onde ocorreu o vazamento havia sido desativado e estava recebendo serviço de soldagem quando aconteceu a inalação de gás, provavelmente Monóxido de Carbono. Três funcionários ficaram inconscientes e foram levados para atendimento de urgência no Hospital Manoel Gonçalves. Outro funcionário, em estado mais grave, precisou ser transportado de helicóptero até o Hospital João XXIII em Belo Horizonte. Outros dois funcionários que também inalaram o gás foram encaminhados para o Hospital Manoel Gonçalves ainda conscientes. Um dos militares do Corpo de Bombeiros que estava prestando socorro aos acidentados também passou mal e precisou ser atendido no hospital em Itaúna.

O segundo acidente aconteceu em novembro. Um incêndio em três galpões com aproximadamente oito toneladas de carvão. Vinte dias ininterruptos de trabalho do Corpo de Bombeiros, 64 militares dos pelotões de Itaúna, Divinópolis e Pará de Minas, 11 viaturas e cerca de 140 mil litros de água foram necessários para conter incêndio na Siderúrgica Ferguminas em Itaúna. Não houve vítimas.

O terceiro acidente aconteceu em novembro. Uma explosão decorrente de uma reação química devido ao contato do ferro gusa com a água. Não houve vítimas nesse acidente.

Jornalismo Grupo Rádio Clube de Itaúna

Leia mais:


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]