Seis meses depois das enchentes, Prefeitura de Itaúna inicia processo de desassoreamento do Rio São João

Escrito por em 23/06/2022

Depois de seis meses das enchentes que causaram transtornos à população itaunense que vive às margens do Rio São João, em janeiro deste ano, a Prefeitura Municipal de Itaúna, por meio de suas secretarias de Infraestrutura e Serviços e Regulação Urbana, está realizando o trabalho de revitalização do rio. O trabalho consiste em aprofundar a calha do Rio São João, retirada de bancos de areia e resíduos sólidos diversos (desassoreamento), limpeza do leito e das margens.

A limpeza do Rio São João se iniciou no final da avenida São João junto à BR 431 e vai até a rua Santa Maria no Bairro São Judas Tadeu, próximo ao Hospital Manoel Gonçalves. Além desse trecho, os ribeirões Joanica ( Av. Walter Mendes ) e dos Capotos (Rua Augusto Gonçalves Paulino) também terão suas margens e leitos desobstruídos.

As obras ocorrem diariamente (incluindo domingos e feriados) aproveitando ao máximo a luz do dia e o período de estiagem. O maquinário utilizado para a obra consiste em 2 escavadeiras hidráulicas, 2 caminhões e seus operadores. A Secretaria de Infraestrutura e Serviços apoia com a fiscalização e movimentação de cercas, cortes de troncos e parte da mão de obra.

Alteração das características do rio

A prefeitura de Itaúna alerta que naturalmente haverá uma alteração da paisagem e momentaneamente mudança no aspecto visual do Rio São João, haja vista a movimentação deste material decantado. O trabalho está sendo acompanhado de perto pelos órgãos competentes e com todos os atos autorizativos necessários para esta finalidade.

O Consórcio CISPARA é o responsável pela execução da obra que tem a estimativa inicial de R$ 507.110,49 e aproximadamente 4.000 horas de trabalho de máquinas e o remanejo de 92.626,90 m³ de material (terra, troncos e entulho).

Desassoreamento do Rio São João acontece cerca de seis meses após enchentes causarem transtornos à população em Janeiro. Foto: Prefeitura de Itaúna

Desassoreamento do Rio São João acontece cerca de seis meses após enchentes causarem transtornos à população em Janeiro. Foto: Prefeitura de Itaúna

Desassoreamento do Rio São João acontece cerca de seis meses após enchentes causarem transtornos à população em Janeiro. Foto: Prefeitura de Itaúna

Desassoreamento do Rio São João acontece cerca de seis meses após enchentes causarem transtornos à população em Janeiro. Foto: Prefeitura de Itaúna

Desassoreamento do Rio São João acontece cerca de seis meses após enchentes causarem transtornos à população em Janeiro. Foto: Prefeitura de Itaúna


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]