Salvador foi o destino nacional mais vendido em 2020

Escrito por em 05/05/2021

Por CNN Brasil

No dia 13 de novembro de 2020, o Farol da Barra, um dos principais pontos turísticos de Salvador, reabriu ao público após ficar fechado por oito meses por causa da pandemia do novo coronavírus. Uma cerimônia fechada a convidados e imprensa foi realizada para marcar a reabertura do cartão postal baiano, que abriga também o Museu Náutico da Bahia, que conta com um acervo histórico formado por objetos de diversas épocas, alguns deles submersos por até 300 anos.

Ações como esta, de reaberturas e restaurações, ajudaram a fortalecer a retomada do turismo na capital baiana e colocaram a cidade de Dorival Caymmi como o destino nacional mais vendido em 2020. Estratégias realizadas pela Prefeitura, através da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), vêm dando certo e contribuem para a economia da cidade. Prova disso são os dados divulgados pelo anuário da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (BRAZTOA), que revelam que a capital baiana foi o destino mais vendido nacionalmente em 2020, seguido de Maceió e Natal (2º) e Rio de Janeiro e São Paulo (3º). Somente o Nordeste recebeu cerca de 2 milhões de turistas através das operadoras da Braztoa, representando 70% das vendas nacionais.

Para que essa conquista fosse possível, foi necessária a realização de ações para mostrar ao visitante a importância de conhecer ou voltar à cidade. Dentre as iniciativas adotadas também estão a atração de visitantes as obras de requalificação da orla, a criação do Selo Verificado e certificação do Safe Travel, a revitalização do Centro ao Atendimento ao Turista (CAT), o Capacita – programa de capacitação dos trabalhadores formais e informais do segmento turístico, e a promoção de press trips com jornalistas internacionais. Houve, ainda, a reabertura dos equipamentos culturais administrados pela Secult seguindo todos os protocolos de segurança e sanitários: Casa do Carnaval, no Centro Histórico; Casa do Rio Vermelho – Jorge Amado e Zélia Gatta; e espaços Carybé das Artes, no Forte São Diogo, e Pierre Verger da Fotografia Baiana, no Forte de Santa Maria.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]