Roubos de fios de cobre em Minas geram prejuízo de R$ 4 milhões a empresas, diz Polícia Civil

Escrito por em 30/01/2021

Por Portal G1

A Polícia Civil apresentou, nesta quinta-feira (28), o resultado de uma operação de combate ao roubo de fios de cobre em Belo Horizonte e no interior do estado. A corporação estima que o cobre apreendido esteja avaliado em cerca de R$ 4 milhões.

Nesta semana, 80 toneladas do produto cobre foram apreendidas durante cumprimento de mandados de busca e apreensão.

Do material apreendido, 25 toneladas estavam em uma carreta encontrada em Contagem, na Grande BH, nesta terça-feira (26). Segundo a polícia, o cobre seria levado para fundição.

Em buscas nos galpões, os policiais civis encontram 69 sacos com cobre já triturado. Eles estavam no chão e foram guardados em um contêiner e em um caminhão. Até o momento, nenhum suspeito foi preso.

De acordo com Rafael Horácio, delegado-chefe da 1ª Delegacia de Roubo e Furto do Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Patrimônio, representantes da Vale, da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e de empresas de telefonia serão chamados para fazer o reconhecimento do material. A polícia disse que elas são as principais vítimas do bando.

Em Pequi, na Região Central de Minas Gerais, a polícia realizou buscas, onde o cobre é fundido. Ainda conforme a polícia, na cidade há uma empresa ligada ao grupo criminoso que atua na Região Metropolitana de Belo Horizonte, mas que o material saía de Contagem.

Nesta terça, também foi cumprido um mandado de busca e apreensão na casa de um homem que seria o chefe da organização, em Belo Horizonte, e ainda houve buscas em Santa Bárbara, na Região Central, onde começaram as investigações em outubro. Em dezembro, foram apreendidas 14 toneladas de cobre na porta da empresa de sucatas, em Contagem.

A Polícia Civil afirmou que o esquema também pode envolver lavagem de dinheiro e organização criminosa.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]