Região Oeste de Minas e mais onze das 14 macrorregiões permanecem na onda vermelha do Minas Consciente

Escrito por em 01/07/2021

O Comitê Extraordinário Covid-19, grupo de trabalho que acompanha a pandemia no estado, aprovou o retorno das atividades escolares para cidades que estiverem na onda vermelha do Minas Consciente, plano criado para a retomada gradual e segura da economia.
A decisão foi tomada após uma análise criteriosa dos dados relacionados à pandemia. Segundo informações apresentadas nesta quinta-feira (1/7), a incidência da covid-19 em Minas Gerais reduziu 22% nos últimos 14 dias e 9% na última semana. Já o número de solicitações de internações diminuiu 22,64%.

A volta às aulas presencial não será permitida apenas na onda roxa e nas macrorregiões na onda vermelha que se enquadram na classificação de Cenário Epidemiológico e Assistencial Desfavorável e, por isso, passam por análise mais minuciosa dos indicadores de incidência e espera por atendimento.

Imprensa-MG

Ondas

Conforme a última deliberação, 12 das 14 macrorregiões serão mantidas na fase vermelha. São elas: Centro, Centro-Sul, Jequitinhonha, Leste, Leste do Sul, Nordeste, Noroeste, Norte, Oeste, Sul, Triângulo do Norte, Triângulo do Sul.

Dessas, somente a Leste do Sul será mantida na onda vermelha na categoria Cenário Epidemiológico e Assistencial Desfavorável e, por isso, segue com um acompanhamento maior.

De acordo com metodologia da Secretaria de Saúde, Incidência e Espera por Atendimento são verificados para identificar as tendências de piora na transmissão da doença, ocupação de leitos e possíveis filas para casos como esse.

Já Sudeste e Vale do Aço deverão permanecer na onda amarela.

 


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]