Rádio dos EUA atinge o maior nível de escutas desde o início da covid-19

Escrito por em 06/11/2021

Está muito próximo: o rádio dos Estados Unidos, que é mais sensível a qualquer mudança na rotina de deslocamentos diários da população, registrou em outubro de 2021 o seu nível de escutas mais similar daquele número observado em março de 2020, considerado um período pré-pandemia. No geral, o rádio de lá já vinha experimentando mudanças graduais de patamar nos níveis de alcance desde março deste ano, superando as fases mais agudas da covid-19 na população local. Vale destacar que o resultado atual aponta uma consolidação do comportamento de consumo de rádio que já era observado no período pré-pandemia, ou seja, os possíveis novos hábitos adquiridos durante esse período não estão afetando a presença do rádio entre a população.

Hoje o rádio atinge cerca de 123.2 milhões de norte-americanos (12 anos ou mais) por semana, valor bem próximo dos 124.2 milhões registrados em março de 2020 (considerado o último mês pré-pandemia). Em outubro de 2020, quando aparentemente a situação da covid-19 estava melhor nos Estados Unidos, o pico foi de 120.8 milhões no alcance semanal (sendo o melhor resultado do ano passado, considerando o período pandêmico). Já em 2021, há uma recuperação dos níveis desde março, quando o rádio superou de vez o alcance semanal de 121 milhões.

Outro ponto de recuperação tem relação aos horários de escutas, hoje mais próximos dos valores observados no período pré-pandemia. Durante a covid-19, as estações até chegaram a promover ajustes em suas grades de programação para respeitar os novos horários de picos de audiência, estes deslocados de suas faixas tradicionais. Hoje, os picos são similares aos períodos pré-pandemia, em seus níveis mais altos desde março de 2020.

O que continua válido como um fato novo na dinâmica do rádio norte-americano é a elevação do patamar do streaming na composição da audiência e do alcance do meio nos Estados Unidos, segundo dados recentes da Nielsen. O áudio ao vivo digital das emissoras corresponde a 10% do total da audiência do rádio.

Fonte: Tudorádio


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]