Prefeitura suspende eleições comunitárias dos bairros de Itaúna surpreendendo população que já estava se organizando para os pleitos nos próximos dias

Escrito por em 23/06/2021

Depois de autorizar as eleições para as Associações de Bairros em Itaúna, no dia 20/05, a prefeitura de Itaúna novamente impede que os bairros tenham representantes de forma organizada. Nesta quarta-feira, 23/06, a prefeitura divulgou por meio de suas redes sociais que as eleições para as Associações Comunitárias estão suspensas. O motivo alegado na postagem da prefeitura é que a cidade encontra-se na “Onda Vermelha” do programa Minas Consciente. Entretanto, a cidade já estava na Onda Vermelha no final de maio, dia 20/05, quando as eleições foram autorizadas depois de suspensas por mais de um ano. E os índices de mortes, de internações e de disseminação do vírus estão bem menores atualmente do que em maio, conforme divulgado pela própria prefeitura.

É importante salientar que o trabalho realizado pelas associações comunitárias é voluntário. Muitas pessoas foram pegas de surpresa com o anúncio feito pela prefeitura uma vez que várias associações estavam já organizadas para as eleições com o edital – que prevê prazo de um mês para as eleições – já estar afixado nos bairros. Em contato com representantes das associações o jornalismo do Grupo Rádio Clube ouviu que muitos já estão trabalhando de forma informal para os bairros e não entendem o motivo de a secretaria de Desenvolvimento Social liberar as eleições em um dia e exatamente quando as eleições estão previstas para começarem a acontecer, depois de decorrido o prazo dos editais, ser feita a suspensão.

Candidatos se manifestam

O candidato a presidente da Associação Comunitária dos bairros Morro do Sol e Pio XII, Jânio Lara, cujas eleições estão marcadas para o dia 04/07, disse que vai prosseguir com os andamentos. “É só seguir os protocolos que seguiram para a eleição de prefeito de vereadores. Medir a temperatura das pessoas, organizar a fila de votação com um espaço entre as pessoas, usar álcool em gel. Se puderam ter eleições para prefeito e vereadores, que tem um número muito maior de pessoas, por que querem impedir as eleições das Associações Comunitárias há mais de um ano?

A candidata a presidente da Associação Comunitária do bairro Santa Edwiges, Ângela Maria, também não concorda com a suspensão: “Estamos precisando regularizar a nossa situação. Já estamos trabalhando pelo bairro, mas queremos fazer mais. Aqui tem muita demanda de limpeza de ruas, queremos fazer uma horta comunitária, temos muitos projetos para desenvolver aqui bairro. SE pode ter ônibus lotado, casas lotéricas lotadas, bares, restaurantes, festas, porque não podemos fazer uma eleição para a associação comunitária? A única coisa que queremos é regularizar essa situação, não queremos briga nem problemas com ninguém“, desabafa.

Vereadoras também não entendem a suspensão

As vereadoras Márcia Cristina (PATRIOTA) e Edênia Alcântara (PDT) se pronunciaram sobre a suspensão. Elas também não entendem os critérios que a secretaria de Desenvolvimento Social adotou para justificar a não realização das eleições de Associações comunitárias.

A gente vê pelo próprio decreto do executivo que se permite festas, reuniões com 30 pessoas, futebol, a gente vê que é possível procurar alguma forma de se fazer essas eleições“, afirma a vereadora Márcia.

“A eleição das associações é muito importante tanto para o executivo, quanto para as associações, quanto para os moradores. É um elo que liga a população ao executivo. É um elo de dar voz aos moradores. É um elo de procura por melhoria para aquele bairro”, continua a vereadora que disse que vai procurar conversar com o poder executivo para tentar formas de garantir que as eleições sejam mantidas.

Confira a íntegra do que disse a vereadora Márcia Cristina sobre o assunto:

“As associações são muito importantes para os bairros, principalmente neste contexto de pandemia, não justifica terem cancelado as eleições”, afirmou a vereadora Edênia Barbosacitando como exemplo o caso da Associação Comunitária do bairro Vila Nazaré que está funcionando de forma informal e que está com as eleições marcadas para este final de semana, domingo, dia  27/07, e que foram pegos de surpresa com a divulgação feita pela prefeitura. Assim como a vereadora Márcia Cristina, Edênia também colocou o gabinete dela à disposição dos bairros para apoio na organização das associações comunitárias.

Confira a íntegra da declaração da vereadora Edênia Alcântara sobre a suspensão das eleições das Associações Comunitárias:

O outro lado

O jornalismo do Grupo Rádio Clube de Itaúna entrou em contato com o secretário de Desenvolvimento Social, Élvio Marques, para mais informações sobre a decisão que o levou a suspender as eleições das associações comunitárias, um mês depois de autorizadas e sem piora no cenário de covid no município. Ele retornou sem informar o que foi questionado e apenas repetiu o que já havia sido dito no comunicado: que a suspensão foi devido à pandemia de Covid-19. Itaúna tem atualmente 80 bairros.

Por que criar uma Associação Comunitária?

A comunidade, organizada em formato de associação, passa a ter espaço junto ao poder público – “voz”, de forma que aproxime as políticas públicas das demandas locais, como saúde, educação, segurança pública, mobilidade, saneamento básico e lazer. Ademais, proporciona um espaço para a difusão de informação à sociedade de seus direitos e deveres como cidadão, possibilitando que os mesmos reivindiquem seus direitos junto aos órgãos competentes.

Algumas ações que podem ser feitas pelas Associações Comunitárias:

  • Promover o esclarecimento e a informação de um assunto de interesse comum da comunidade, através reuniões, debates, palestras, cursos capacitantes entre outros;
  • Reivindicar melhorias dos serviços, apresentar propostas e fiscalizar as ações dos poderes públicos;
  • Promover mutirões e solidariedade, como arrecadação de alimentos para os carentes, doação de sangue aos bancos de coleta da cidade;
  • Desenvolver projetos locais, como hortas comunitárias, atividades de lazer e de promoção de hábitos saudáveis, a exemplo de atividades físicas;
  • Promover eventos.

Jornalismo Grupo Rádio Clube de Itaúna

Leia mais:


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]