Polícia Civil prende homem em Betim suspeito de cometer latrocínio em Itaúna

Escrito por em 24/03/2021

A Polícia Civil prendeu um homem de 37 anos, suspeito de cometer um latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte, em Itaúna, no Centro-Oeste de Minas, na última terça-feira (23), em Betim, na região metropolitana, durante desdobramento da operação Divisa. A ação foi deflagrada no último dia 12, quando foi detido um rapaz de 19 anos, na casa em que ele morava, no bairro Jardim Teresópolis, também em Betim. Ele é acusado de cometer latrocínio tentado em Betim.

Já na residência do homem de 37 anos, os investigadores encontraram 56 buchas de maconha e uma blusa que teria sido usada por ele em um dos outros crimes em que o suspeito é acusado. “Além do cumprimento da prisão temporária, o investigado preso foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas”, explicou o delegado João Marcos do Amaral Ferreira.

Segundo o delegado, o homem também já possui registros policiais por roubo e receptação e, durante depoimento à polícia, confessou a participação nos crimes de latrocínio.

“O suspeito preso, que já possui registros policiais por roubo, confessou os crimes e alegou que escolhia as vítimas aleatórias no intuito de roubar seus veículos”, disse Ferreira.

Crimes

O latrocínio em que o homem de 37 anos é acusado e recebeu mandado de prisão ocorreu no dia 21 de setembro de 2020, em Itaúna. O suspeito e um comparsa, que continua sendo investigado, abordaram uma professora, de 43 anos, na saída de um supermercado, e, depois de roubá-la, a abandonaram no mesmo estabelecimento, amordaçada e com vários ferimentos na cabeça.

A vítima chegou a ser socorrida, contudo, não resistiu e faleceu enquanto era encaminhada para uma unidade hospitalar. Durante as investigações, o veículo em que a mulher estava foi localizado e apreendido em Contagem, na região metropolitana.

Já a tentativa de latrocínio, que teria sido cometida pelo jovem de 19 anos, aconteceu no dia 3 de agosto de 2020, em Betim. Uma mulher de 25 anos foi abordada a mão armada pelo suspeito preso, junto com um comparsa, também no estacionamento de um supermercado. Os suspeitos ordenaram que a vítima entrasse no veículo dela e se deslocaram com a mulher até as margens da MG-050, em Itaúna. Ao chegarem ao local, todos desceram e os suspeitos efetuaram dois disparos em direção à mulher, que foi atingida na cabeça. Ela, no entanto, sobreviveu. Em seguida, eles roubaram o veículo da vítima.

Operação Divisa

As investigações dos cumprimentos de mandados foram conduzidas pela Delegacia de Homicídios em Itaúna e Betim, e contaram com o apoio da Polícia Civil de Formiga e da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) da PCMG. Ao todo, 23 policiais civis participaram da operação.

Foto: PCMG/DIVULGAÇÃO


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]