PM SE MATA APÓS ASSASSINAR A MULHER COM UM TIRO NA CABEÇA EM ITAÚNA

Escrito por em 04/01/2021

Por Jornal Estado de Minas 

Um policial militar matou a própria companheira e cometeu suicídio logo em seguida, na tarde deste domingo (3/1), em Itaúna, no Centro-Oeste de Minas. O crime aconteceu na MG-050, que liga o município à Região Metropolitana de Belo Horizonte. Por causa do fato, um esquema de trânsito alternativo teve de ser montado.

De acordo com o boletim de ocorrência, o crime aconteceu no KM 95 da MG-050. André Luis da Cunha, soldado da Polícia Militar, teria atirado contra a cabeça da companheira, Cassiana Almeida de Souza, e se matado logo em seguida, também com um tiro na cabeça. Os corpos do casal foram encontrados próximo ao veículo em que estavam a bordo, um Pálio.

A arma utilizada no crime foi encontrada ao lado do corpo de André Luis. O boletim de ocorrência indica que, possivelmente, era uma pistola pertencente à Polícia Militar.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, apesar de o crime ter acontecido em Itaúna, o militar não trabalhava na cidade. No momento do feminicídio, André Luis estava de folga, porém, uniformizado. Ele havia dado expediente, no sábado (2/1), em Pedra do Indaiá, também no Centro-Oeste mineiro.

A Polícia Militar Rodoviária (PMRV) assumiu a ocorrência. Por causa do crime, um esquema alternativo de trânsito teve de ser montado. Os motoristas estavam tendo de acessar a MG-431, sentido Pará de Minas, indo pela BR-262 até a BR-494, em Nova Serra, retornando para a MG-050, já em Divinópolis. No entanto, às 18h56 a instituição informou que a rodovia já estava liberada nos dois sentidos.

 

 


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]