Operação contra tráfico interestadual e lavagem de dinheiro é deflagrada em BH

Escrito por em 22/07/2021

Por Jornal O Tempo

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), junto com o Ministério Público do Espírito Santo e a Polícia Militar, deflagraram nesta quinta-feira (22) a operação “Lock Down” contra o tráfico interestadual de drogas e lavagem de dinheiro. O objetivo é cumprir cinco mandados de prisão e 13 de busca e apreensão, todos expedidos pela 4ª Vara de Tóxicos, Organização Criminosa e Lavagem de Bens e Valores da Comarca de Belo Horizonte.

Segundo o MPMG, as ordens judiciais autorizam a entrada em estabelecimentos comerciais e residências de investigados pelo envolvimento com organização criminosa voltada para a prática de diversos crimes de tráfico interestadual de drogas e lavagem de dinheiro.

Os mandados e as prisões são cumpridos em Belo Horizonte e em três municípios dos estados do Espírito Santo e do Rio de Janeiro. Durante as investigações, foram apreendidas cerca de R$ 1 milhão em dinheiro, 40kg de cocaína e 500kg de maconha. Todo material pertencia à organização criminosa.

“O grupo era responsável pela distribuição e abastecimento de drogas para aglomerados da região metropolitana de Belo Horizonte e de Vitória, no Espírito Santo, e contava ainda com o apoio de uma advogada, que prestava assessoria jurídica ao líder da organização, que também passava informações sobre investigações em andamento e sobre dados disponíveis em bancos de acesso restrito”, informou o MPMG. O principal líder da organização está preso e comandava de dentro do sistema prisional.

A operação contou com a participação de cinco promotores de justiça dos de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, 91 policiais militares de Minas Gerais, nove policiais militares do Espírito Santo e oito policiais militares do Rio de Janeiro. Participam da operação o Batalhão Rotam, o Batalhão de Polícia de Choque e a Companhia Independente de Policiamento do Cães da Polícia Militar de Minas Gerais.

O nome da operação, segundo o MPMG, se refere ao cerco promovido para o encerramento das atividades da organização criminosa, comandada de dentro do sistema prisional.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]