Mulher nada em enxurrada e salva 17 pessoas em Santa Luzia

Escrito por em 13/01/2022

As fortes chuvas que assolam o estado de Minas Gerais têm causado destruição nas cidades mineiras, deixando milhares de pessoas desabrigadas ou desalojadas. Em Santa Luzia, o final de semana do dia 08 de Janeiro foi marcado pelo transbordamento do Rio das Velhas, que fez com que um  mar de lama invadisse as casas da comunidade ribeirinha no Bairro Pantanal.

E foi em meio ao cenário de caos, que surgiu uma heroína. A pequena Maria Geralda Moreira de Carvalho, uma mulher de 55 anos e apenas 1,54m, não se acovardou ao ver o mar de lama de 2 metros de altura que invadiu a Rua Venceslau Brás. Nadando na enxurrada, carregou as crianças nas costas e usou um isopor, do tamanho de um colchão, para levar os adultos que encontrava para um lugar seguro. “Eu não podia deixar essas pessoas morrerem. Eu sei que corri risco, mas não podia deixá-las para trás”, conta ao descrever que não teve medo de realizar o ato de bravura.

Apesar do susto, não houve vítimas fatais, graças a Heroína do Bairro Pantanal, como tem sido chamada Maria Geralda.

A defesa civil da cidade estima que 7 mil pessoas estejam desalojadas e aproximadamente 300, desabrigadas. O órgão, juntamente com o Corpo de Bombeiros, realizou o resgate de cerca de 100 pessoas ilhadas até terça, dia 11. Foram utilizadas aeronaves e embarcações.

Segundo a prefeitura de Santa Luzia, algumas vias de acesso da cidade já foram desobstruídas para o tráfego de veículos:  Ponte Velha, Ponte Nova e  Rua do Comércio. Nesta quarta-feira, equipes realizam a limpeza da cidade na Avenida Beira Rio, próximo ao trevo do Vésper, Bairro Pantanal e na Avenida Raul Teixeira da Costa, no bairro Boa Esperança.

Maria Geralda segura isopor do tamanho de colchão que utilizou para salvar netos e vizinhos

Maria Geralda segura isopor do tamanho de colchão que utilizou para salvar netos e vizinhos Foto: Videopress Produtora


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]