Mulher de 54 anos morre por Covid em Itaúna. Cidade segue na Onda Vermelha e CTI está lotado

Escrito por em 03/12/2020

A prefeitura de Itaúna informou na manhã desta quinta-feira a morte da 31ª vítima do novo Coronavírus no município. Trata-se de uma mulher de 54 anos que faleceu nesta quinta-feira, 03/12, com testagem positiva para Covid-19. De acordo com o Hospital Manoel Gonçalves a vítima era portadora de “doenças crônicas prévias”, mas até o momento da publicação desta matéria não havia nos informado quais eram estas doenças.

Onda Vermelha

A microrregião de Itaúna segue como a única classificada na Onda Vermelha do programa Minas Consciente em toda a região Oeste do programa do governo do estado de combate à pandemia. A divulgação da classificação das ondas foi feita no final da tarde desta quarta-feira, 02/12. Outras duas microrregiões que estavam na Onda Verde na região regrediram para a Onda Amarela, assim como aconteceu também com a macrorregião que teve a classificação rebaixada para a Onda Amarela depois de um mês na Onda Verde.

Se o prefeito Neider Moreira seguir o que vem fazendo desde a adesão de Itaúna ao programa Minas Consciente, o funcionamento do comércio na cidade deve permanecer na Onda Amarela. Isso é possível porque o programa permite que o gestor municipal faça a opção por qual onda vai manter a cidade quando houver divergência entre a classificação da onda da micro e da macrorregião.

Números caíram

Depois de duas semanas seguidas de números elevados de contaminação, na quarta-feira Itaúna registrou queda na quantidade de confirmação de casos de Covid. Ainda assim o número foi elevado, com 29 pessoas confirmadas por exames com Covid na cidade.

CTI Lotado e mais uma morte

Já o CTI do Hospital Manoel Gonçalves voltou a ficar com a capacidade máxima esgotada. Todos os oito leitos do SUS estão ocupados e também os dois leitos para pacientes particulares ou com convênio de saúde que cubra internação em UTI. A enfermaria também está com número maior de internados com 12 pessoas.

Um paciente morreu no HMG nesta quarta-feira com Covid confirmado por meio de exames. O paciente é morador de outra cidade da região, mas o Hospital Manoel Gonçalves não informa em qual cidade o paciente vivia, nem a idade ou se tinha doenças prévias.

Leia mais:

 


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]