Ministério da Agricultura retira de circulação várias marcas de azeite adulterados

Escrito por em 17/12/2021

Vinte e quatro marcas de azeite foram retiradas de circulação após irregularidades encontradas em operação de fiscalização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O azeite é considerado o segundo alimento mais adulterado do mundo, perdendo apenas para o pescado.

Durante a ação, a pasta deflagrou três fábricas clandestinas que misturavam azeite com óleos vegetais de origem desconhecida.

No interior de São Paulo, o registro de uma fábrica foi suspenso depois de constatar que os produtos estavam sendo adulterados neste ano.

Dentre as ilegalidades, estavam produtos fraudados, sem registro, contrabandeados e clandestinos. Ao todo, 151.449 mil garrafas foram recolhidas em supermercados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Goiás, Santa Catarina e Ceará.

Confira as marcas que foram suspensas:

  • Alcazar
  • Alentejano
  • Anna
  • Barcelona
  • Barcelona Vitrais
  • Castelo dos Mouros
  • Coroa Real
  • Da Oliva
  • Del Toro
  • Do Chefe
  • Épico
  • Fazenda Herdade
  • Figueira do Foz
  • Ilha da Madeira
  • Monsanto
  • Monte Ruivo
  • Porto Galo
  • Porto Real
  • Quinta da Beira
  • Quinta da Regaleira
  • Torre Galiza
  • Tradição
  • Tradição Brasileira
  • Valle Viejo

Foto: Reprodução/Ministério da Agricultura

 

 


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]