Itaúna tem 53% de leitos disponíveis no Hospital Manoel Gonçalves, mas todas as vagas de UTI estão ocupadas

Escrito por em 10/04/2020

A partir da próxima segunda-feira (13), os municípios e estados do país que não tiveram ultrapassado o percentual de 50% de ocupação dos serviços de saúde, após a pandemia de coronavírus, podem iniciar uma transição para um formato onde apenas alguns grupos ficam em isolamento. A medida é recomendada desde que haja oferta de leitos e respiradores, Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para o trabalho de profissionais de saúde e testes de diagnóstico. A recomendação está no Boletim Epidemiológico Especial sobre Coronavírus, publicado na segunda-feira (6) pelo Ministério da Saúde.

Em Itaúna 47% da oferta geral de leitos está ocupada, o que garante um percentual de 53% de leitos vazios. Entretanto, a recomendação do Ministério da Saúde fala em oferta de leitos e de respiradores que são disponibilizados em Unidades de Tratamento Intensivo. E no Hospital Manoel Gonçalves os leitos de UTI, aqueles que possuem respiradores – equipamento essencial no tratamento de estágios avançados da infecção por Covid-19, estão todos ocupados.

A informação é do Coordenador do Centro de Terapia Intensiva Dr. Austenir Maciel Coelho integrante da equipe médica de enfrentamento ao Covid-19 do Hospital Manoel Gonçalves em entrevista à jornalista Hélem Lara do Grupo Rádio Clube de Itaúna.

Você ouve a entrevista clicando aqui.

Para garantir mais respiradores a comunidade empresarial de Itaúna, tendo à frente o Centro de Desenvolvimento Empresarial e Social de Itaúna, que congrega várias entidades representativas, se uniu e garantiu a montagem de mais dez leitos de UTI equipados com respiradores e monitores cardíacos. O novo Centro de Tratamento Intensivo estará pronto para uso na próxima quarta-feira, dia 15, no Hospital Manoel Gonçalves.

 

Fonte: Jornalismo Grupo Rádio Clube de Itaúna


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]