ITAÚNA: Mais uma morte por Covid, recorde de casos, UTI lotado e risco de fechamento do comércio

Escrito por em 25/09/2020

Itaúna registrou na manhã desta sexta-feira, 25/09, mais uma morte por Covid-19. Trata-se da décima primeira vítima da doença na cidade. A paciente era uma mulher de 89 anos. De acordo com o comunicado da Prefeitura de Itaúna, a paciente tinha registro de doenças crônicas prévias.

O registro de mais um óbito vem agravar a situação da doença na cidade. Com registro recorde de casos sendo batido a cada dia e lotação do CTI Covid do Hospital Manoel Gonçalves na capacidade máxima, Itaúna corre o risco de voltar ao estágio inicial da pandemia com fechamento do comércio e abertura apenas de atividades essenciais.

Nesta quinta-feira a cidade alcançou a marca de 39 novos casos de Covid-19 confirmados em apenas um dia. Destes 20 são do sexo masculino, entre eles um bebê de apenas 2 meses de vida, uma criança de 3 anos e um menino de 9. Entre as 19 mulheres infectadas também há crianças, uma menina de 06 anos, uma de 7 e uma de 8 anos de idade.

A cidade soma 762 casos confirmados da doença, sendo 622 considerados recuperados e 130 pessoas com o vírus ativo e alta possibilidade de transmissão. Com o óbito desta sexta-feira, 25/09, Itaúna completa 11 mortos pela doença.

Hospital Manoel Gonçalves

A lotação no Hospital Manoel Gonçalves continua em 100% dos leitos de UTI do SUS. No CTI estão 9 pacientes, sendo 7 moradores de Itaúna e 2 de outros municípios. O total de leitos de UTI habilitados pelo SUS para tratamento da Covid no Hospital está ocupado. São 8 leitos nestas condições. O Hospital ainda conta com mais 2 leitos, sendo estes reservados a convênios e particulares e um deles está ocupado.
Assim a taxa de ocupação é de 100% para os leitos de UTI do SUS e 50% para os leitos particulares. Na Enfermaria estão 10 pacientes, sendo 2 moradores de Itaúna e 8 em outros municípios. Foram concedidas três altas todas de pacientes de Itaúna.

Campanha

Para evitar que a cidade sobre um fechamento do comércio as entidades que compõem o CDE fazem uma campanha pedindo à população que mantenha as regras sanitárias de prevenção ao Covid. Uso de máscaras, respeito ao distanciamento social e uso do álcool gel são atitudes simples que todos precisam ter para que a cidade possa manter as atividades comerciais funcionando no ritmo da Onda Amarela.

De acordo com o programa Minas Consciente Itaúna já regrediu para a Onda Vermelha, que permite apenas a abertura de atividades essenciais. Entretanto, como a microrregião está na Onda Amarela e o programa do Governo de Minas dá ao prefeito de cada cidade a prerrogativa de escolher em qual onda o município segue quando há divergência entre a classificação do município e da macrorregião, Itaúna segue, por enquanto, na Onda Amarela. Caso a cidade volta para a Onda Vermelha bares, restaurantes, lojas, comércio em geral fecham e somente serviços essenciais como supermercados, postos de combustível e farmácias poderão permanecer com as portas abertas.

Ouça o que diz o prefeito Neider Moreira sobre o assunto:

Fonte: Jornalismo Grupo Rádio Clube de Itaúna

 

 

 


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]