Homem assediou mulheres e criança em Itaúna. Foi preso graças a uma postagem nas redes sociais

Escrito por em 05/11/2021

Graças à ação rápida de uma mulher a polícia prendeu um homem por suspeita de assédio sexual na tarde desta quinta-feira (4/11) em Itaúna. Assim que foi importunada sexualmente pelo homem, a vítima acionou a PM e postou em sua rede social o relato do assédio que sofreu por volta das 11h na Avenida Jove Soares, próximo ao supermercado Epa. Ela contou que estava em frente à casa da avó quando o homem passou a mão em seu corpo, a puxou para junto dele e tentou arrastá-la pela bolsa dizendo obscenidades e que iria “sumir com ela”. Ela conseguiu se desvencilhar e em seguida o homem seguiu caminhando pela avenida. Ele teria afirmado, segundo a vítima, que iria “atrás da próxima”. A mulher fotografou o homem e postou a foto dele, com o alerta para outras mulheres. A foto viralizou nas redes sociais em Itaúna.

Confira:

Postagem viralizou nas redes sociais na tarde desta quinta-feira (4/11)

Outras mulheres entraram em contato com a vítima relatando que também foram assediadas pelo mesmo homem. Confira os relatos das outras vítimas.

Outras vítimas entraram em contato com a mulher que fez a primeira denúncia

Outras vítimas entraram em contato com a mulher que fez a primeira denúncia

A Polícia Militar, que já estava à procura do suspeito, conseguiu localizá-lo e o prendeu às 16h. De acordo com a PM trata-se de um homem com iniciais de nomes C.J.B, de 47 anos, que foi reconhecido pela vítima e que já tem passagens pela polícia por crimes sexuais.

Com a divulgação do caso nas redes sociais de Itaúna, outras três vítimas também foram até a delegacia e denunciaram o homem por assédio que teria acontecido um dia antes, na quarta-feira (3/11). Entre as duas vítimas, uma criança de 8 anos de idade, que estava acompanhada de responsável legal. De acordo com o relato o homem a teria abordado na porta de casa perguntando se queria ver um ninho de passarinhos em uma árvore. Ele então a pegou no colo pelas pernas e passou a mão nas partes íntimas da crianças. Uma testemunha presenciou o ocorrido e tentou abordar o homem, que fugiu. A outra vítima, uma mulher de 28 anos, também foi abordada na porta de casa quando o homem passou a mão no corpo dela por trás. Quando ela se virou, viu o rosto dele que fugiu em seguida no sentido da avenida Getúlio Vargas.

Outros crimes sexuais

A Polícia Militar não soube informar quais outros crimes de ordem sexual o homem teria cometido, se ele foi preso e há quanto tempo, caso tenha sido preso, estaria solto. O jornalismo do Grupo rádio clube está em contato com a Polícia Civil para apurar mais informações. A matéria será atualizada.

Vítima alerta às mulheres para não se calarem diante de casos de abuso

Jornalismo Grupo Rádio Clube de Itaúna


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]