Grupo de pais organiza carreata pela volta das aulas presenciais em Itaúna

Escrito por em 22/02/2021

Um grupo de pais organiza para este sábado, 27/02, uma carreata pelo retorno das aulas presenciais em Itaúna. Os pais que estão à frente da organização da carreata afirmam estar embasados em dados da Associação Brasileira de Pediatria que garante que o retorno das aulas presenciais não traz riscos de contaminação e disseminação de Covid-19 pelas crianças. A carreata acontecerá a partir das 10h com concentração na Avenida Boulevard, em frente à prefeitura de Itaúna, a partir das 9h.

Imagem ilustrativa utilizada pelos organizadores da carreata para divulgação pelo retorno das aulas presenciais em Itaúna.

O Grupo Rádio Clube de Itaúna entrevistou um das organizadoras da carreata e que está á frente do movimento de pais pelo retorno das aulas presenciais em Itaúna, Larissa Antunes Leal Andrade. Larissa é uma das proprietárias das empresas de eventos “Mundo encantado” e “Marvel” e mãe de duas crianças, de 5 e 7 anos de idade, estudantes do Colégio Losango.

De acordo com Larissa, o movimento reúne cerca de mil pais e mães em Itaúna e não há presença de professores participando diretamente como integrantes. Uma divulgação do grupo em redes sociais afirma que entre os integrantes há diretores de escolas particulares,   vereadores, médicos, advogados, dentre outros itaunenses.

Modelo híbrido

O modelo de retorno das aulas defendido pelo grupo é o híbrido, onde os pais que optarem por manter as crianças em casa no ensino online, terão essa liberdade, assim como os pais que defendem as aulas presenciais também poderão mandar as crianças para a escola. Esse retorno das aulas presenciais, de acordo com Larissa Andrade, acontecerá de forma gradual e as crianças não terão aulas todos os dias. As turmas deverão ser divididas e não haverá aulas todos os dias para as crianças. Eles apontam que as aulas presenciais sejam transmitidas online para as crianças que ficarem em casa.

“O nosso movimento é total a favor da volta às aulas híbrida aonde acontece a total liberdade dos pais mandarem as crianças ou não. Caso nossa carreata e o movimento seja de sucesso a gente acredita que os pais que não estão a vontade para mandar as crianças a aula elas terão o mesmo acompanhamento igual está acontecendo online. totalmente híbrido. Enquanto acontece a aula presencial, acontece ao mesmo tempo a aula online aonde o pai fica tendo toda a assistência com a criança dentro de casa”, informa Larissa.

Eles não acreditam que o retorno das aulas presenciais com turmas menores possa causar aumento nas mensalidades das escolas particulares, de acordo com estudo do movimento do que aconteceu em outras cidades, uma vez que as aulas serão escalonadas e não acontecerão todos os dias:

“Pelos nossos estudos em outras cidades não aconteceram novas contratações porque acontece simultaneamente a aula presencial e também a aula online para os alunos que estão em casa. Então não há necessidade de contratação de novos profissionais. A gente sabe que será revezado em dias. Todo mundo terá acesso a essa aula presencial, mas será feito um rodízio de dias, então na segunda-feira seria uma turma, na terça seria outra turma, fazendo um escalonamento para que todos tenham esse acesso. A gente sabe que a retomada é gradual e não totalmente como antes. Sabemos que é uma nova experiência, que é lenta, mas que precisa sim de uma retomada como já foi feito em várias escolas, em várias cidades onde temos números que apresentam isso”

Professores e funcionários

Em relação aos professores e funcionários das escolas que não terão a mesma liberdade de escolha entre ficar em casa ou voltar ao trabalho presencial o grupo acredita que eles terão de se adaptar, da mesma forma como aconteceu com os pais quando a pandemia provocou a paralisação das atividades nas salas de aulas:

Os pais não foram obrigados a largar o serviço ou ter que trabalhar porque a criança estava na escola ou não. O governo tanto federal quanto municipal em momento algum se dispôs com verbas pra substituir isso aí. Os pais foram se virando mesmo, onde acontece um número altíssimo de crianças incapazes que estão ficando em casa sozinhos. Onde o número de abuso de crianças são terríveis. Então é mais um motivo de abraçar essa causa da retomada. Os professores são profissionais como de todas as áreas que se adaptam aos horários de serviço com os filhos. São profissionais como de todas as áreas”

Vacinação

O grupo entende, de acordo com Larissa, que não há necessidade de priorização dos professores nos protocolos de vacinação devido ao baixo índice de transmissibilidade da doença pelas crianças:

“A gente sabe que há um protocolo de vacinação que a prefeitura está seguindo em que os professores não são prioridade neste momento, nessa fase de vacinação. O que estamos estudando sobre os casos é que as crianças são vetores mínimos da doença. Então eu acredito que esta forma que a prefeitura está adotando de priorização das vacinas, inclusive para os professores, é devido ao número baixíssimo de transmissibilidade de uma criança para um adulto. Esses dados são científicos, obtidos através de pediatras, onde mostra que uma criança transmite muito menos do que um adulto”.

Carreata / Confira a divulgação da carreata que está sendo feita em grupos de WhatsApp em Itaúna

  1. DATA: 27-02-2021
  2. LOCAL: Nova prefeitura
  3. HORÁRIO: às 10:00 h ( concentração a partir das 9:00h )
  4. VESTIRMOS DE BRANCO
  5. ENFEITARMOS OS RETROVISORES COM BALÕES COLORIDOS
  6. BUZINAÇO E PISCA ALERTA ACESSO
  7. OBEDECER SINALIZAÇÃO DO TRÂNSITO
  8. LEVAR LANCHE E ÁGUA ( caso tenha crianças acompanhando)
  9. CHAMAR FAMILIARES E AMIGOS PARA FORTALECER A CAUSA
  10. AO CHEGAR NO BAIRRO IR ENFILEIRANDO OS CARROS NOS ACOSTAMENTOS PARA NÃO BLOQUEAR A VIA
  11. USAR MÁSCARAS MSM DENTRO DOS VEÍCULOS ( como forma de mostrarmos que estamos preparados para cumprir as regras das escolas)
  12. DIVULGAR EM REDES SOCIAIS TODOS OS DIAS ATÉ A DATA DO MANIFESTO
  13. NO DIA DA MANIFESTAÇÃO, AMARRAR TECIDOS EM JANELAS OU PORTA DAS CASAS POR TODO O DIA
  14. ROTA: extensão de toda a Jove Soares, virando no ABC, seguindo a Getúlio Vargas, subindo a Capitão Vicente e descendo a Silva Jardim até a rotatória do posto Delta para retornar a Jove Soares até o Epa. Assim podendo já cada veículo se dispersar ( NÃO IREMOS DAR A VOLTA A PRAÇA DA MATRIZ)

Confira na íntegra a entrevista que Larissa Andrade concedeu à jornalista Hélem Lara:

Jornalismo Grupo Rádio Clube de Itaúna

Leia mais:


Opiniões dos leitores
  1. Neila Maria Freitas   Em   22/02/2021 at 17:12

    É muito prematuro o reinício das aulas neste momento tão delicado. Precisamos pensar nas crianças e nos educadores. Gostaria de ver esse grupo que pressiona para o retorno, pressionar também pela vacinação dos profissionais da educação.

  2. Phonteboa   Em   25/02/2021 at 13:09

    Acho prematuro. As escolas não estão preparadas e as equipes não estão treinadas para realizar esta retomada. Os Diretores irão se responsabilizar pelo aumento de contágio? As Unidades escolares (particulares) irão vacinar seus professores e demais funcionários? Como, se não temos vacina para todos ainda… Acho que quem esperou até agora pode esperar um pouco mais. Temos que fazer pressão para que o Governo Federal providência VACINA JÁ PARA TODOS! Aí sim, voltaremos com muito gosto e com muita alegria!

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]