Em defesa do livre mercado, Guilherme da Cunha apoia quebra do cartel de placas

Escrito por em 01/10/2020

Quebrar o cartel de estampadores de placas é o que defende o deputado Guilherme da Cunha (NOVO/MG). O parlamentar foi o relator do PL 593/19 de autoria do deputado Cleitinho Azevedo (Cidadania) e na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) apresentou parecer favorável ao projeto.

O objetivo do projeto é dar direito ao consumidor de adquirir a placa para seu veículo automotor em quaisquer estabelecimentos comerciais fabricantes, desde que credenciados no município ou unidade regional da Polícia Civil, situados nos limites territoriais mineiros, mesmo que o domicílio do comprador seja diferente da localidade em que o fabricante é credenciado.
Segundo o deputado Guilherme da Cunha, atualmente é imposto ao cidadão comprar a placa do fornecedor da cidade sem que ele tenha liberdade de escolher quem melhor atende a sua demanda. “Ele tem que comprar a placa com quem o DETRAN/MG manda que ele compre baseado só no endereço onde mora. Isso está errado”, afirma o deputado que defende o livre mercado no setor.

O projeto permitirá que o cidadão adquira a placa de quem ele quiser considerando o preço mais baixo e a entrega mais rápida. Por esse motivo, o deputado Guilherme da Cunha considera esse projeto tão importante. Segundo o deputado:

Me coloco ao lado do deputado Cleitinho Azevedo na defesa dessa matéria porque assim estaremos dando poder ao cidadão de fazer as próprias escolhas tendo acesso ao serviço que puder atender melhor a demanda dele, ao invés de um burocrata determinar apenas com base no endereço onde ele mora.

Após o parecer do deputado Guilherme da Cunha ser aprovado na Comissão de Constituição e Justiça, o projeto tramita agora nas comissões de Transporte e Administração Pública. Depois será votado em plenário.

Fonte: Grupo Rádio Clube de Itaúna 


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]