Eliminação para o CRB marca pior campanha do Cruzeiro na Copa do Brasil nos anos 2000

Escrito por em 27/08/2020

Raposa é eliminada da Copa do Brasil, deixa de ganhar R$ 2 milhões e fica apenas com a disputa da Série B no restante da temporada

Com boas campanhas nas últimas edições da Copa do Brasil, sendo campeão em 2017 e 2018, e chegando às semifinais em 2016 e 2019, o Cruzeiro foi eliminado pelo CRB  ainda na terceira fase da Copa do Brasil. É a pior campanha da Raposa, maior campeã do torneio com seis títulos, nos anos 2000.

O Cruzeiro precisava de uma vitória por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis. Se vencesse por uma diferença maior, ficaria a vaga no tempo normal. O time abriu o placar, mas não conseguiu ampliar o marcador, levando o empate no segundo tempo e acabou sendo eliminado ainda na terceira fase.

O clube nunca havia ficado fora dos 16 melhores da Copa do Brasil nos anos 2000. Foi campeão em 2000, 2003, 2017 e 2018. Vice em 2014, eliminado nas semifinais em 2005, 2016 e 2019. Parou nas quartas de final em 2006 e, nas oitavas de final, nos anos de 2002, 2007, 2012, 2013 e 2015. Nos anos restantes, não disputou a competição por estar na Taça Libertadores.

O Cruzeiro também deixou de receber R$ 2 milhões por não chegar à quarta fase do torneio. O time, até então, havia acumulado R$ 3,9 milhões ao passar por São Raimundo-RR e Boa Esporte.

Contra o CRB, o Cruzeiro perdeu na ida por 2 a 0, no Mineirão, quando ainda era treinado por Adilson Batista. Na volta, já com Enderson Moreira, o Cruzeiro não conseguiu mudar o panorama do confronto e foi eliminado.

Fonte: Globo Esporte


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]