COVID-19: Minas perde quase 10 mil doses de vacina durante transporte

Escrito por em 07/07/2021

Por Estado de Minas

Uma falha no equipamento que registra a temperatura de caixas pode ter sido o motivo da perda de quase 10 mil doses de vacina contra a COVID-19 em Minas Gerais. O estrago ocorreu no dia 11 de maio, durante o transporte de 496.700 unidades de imunizantes. A carga inutilizada tinha Governador Valadares como destino

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG), o logger (que registra a temperatura) que acompanhava a caixa pode ter apresentado problemas. O equipamento estava registrando uma temperatura abaixo de 2ºC. Ainda segundo a pasta, nenhuma falha foi identificada na montagem do recipiente, que levava 9.600 doses. O trabalho é certificado pela Central Estadual da Rede de Frio.

 

Nenhuma dose da caixa foi entregue a Governador Valadares, segundo a SES-MG, que repôs as doses que foram perdidas no primeiro armazenamento.

 

“Durante a distribuição das 28 remessas pela Rede de Frio Estadual, esta foi a única que apresentou ocorrência de excursão de temperatura, o que corresponde a 0,07% de todas as doses distribuídas. Segundo o vacinômetro, até o momento, já foram enviadas 12.459.590 doses aos municípios mineiros”, destacou a pasta.

Dados da SES-MG até o dia 25 de junho apontam que um total de 11.764 doses de vacinas contra a COVID-19 foram inutilizadas no estado. Isso ocorreu após avaliação do Ministério da Saúde, que recomendou que os imunizantes não fossem entregues.

As principais causas de perda de vacinas em Minas são por causa de falta de energia, além da falha de equipamentos, no transporte e por vandalismo.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]