Buscas por Lázaro: polícia já recebeu o equivalente a 250 denúncias por dia

Escrito por em 23/06/2021

Por Estado de Minas

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) recebeu mais de 3,5 mil denúncias acerca de Lázaro Barbosa Sousa, 32 anos – o equivalente a 250 por dia – desde o começo da caça pelo suspeito de assassinar uma família no Distrito Federal, manter reféns e aterrorizar moradores do DF e Entorno.

Em coletiva de imprensa, a delegada Paula Meotti, chefe da assessoria de imprensa da PCGO, afirmou que 90% dessas denúncias estão relacionadas às opiniões das pessoas.

“O que foi levantado é que a maioria dessas informações não têm utilidade para a polícia. São mais opiniões e pessoas falando como deveria ser o trabalho da polícia, e palpites”, frisou.

De acordo com a investigadora, situações como essa atrapalham a operação: “Estamos lidando com um caso sério e muito grave. Toda informação que chega é checada e analisada. Pedimos para que as pessoas só denunciem quando tiverem algo concreto, como avistamentos, ou alguém que o conheça (Lázaro). Mas evitem narrativas embasadas em suposições”.

Buscas

Peritos da PCGO recolheram, na tarde desta terça-feira (22/6), um lençol de cor clara sujo de terra, a princípio sem marcas de sangue aparente, e um serrote de cerca de um metro de comprimento em local perto de onde as buscas por Lázaro Barbosa de Sousa estão concentradas.

Ele é acusado de assassinar a família Vidal, em 9 de junho, no Incra 9, em Ceilândia Norte, e é procurado por forças de segurança federais, do DF e de Goiás há 14 dias.

Os objetos estavam próximos um do outro e foram encontrados em uma área de mata próxima a uma residência na expansão de Águas Lindas, a 4km da cidade.

A casa também é localizada perto do distrito de Girassol (GO).

O lençol e o serrote estavam em sacos plásticos transparentes. Os agentes não informaram se os objetos foram encontrados após denúncia, nem se há ligação com Lázaro.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]