Bolsonaro vence eleição. Presidente é Personalidade do Ano de acordo com voto popular da revista Time

Escrito por em 07/12/2021

O presidente Jair Bolsonaro durante evento em maio de 2021. Foto: Marcos Corrêa/PR
Imagem: Foto: Marcos Corrêa/PR

 

Por: UOL

O presidente Jair Bolsonaro (PL) venceu eleição popular como personalidade do ano de 2021 da prestigiada revista americana “Time”. A informação foi divulgada pela publicação na tarde de hoje. Dos mais de 9 milhões de votos lançados pelos leitores, para quem eles pensam ser a pessoa ou grupo que teve a maior influência no ano —para melhor ou pior—, Bolsonaro recebeu 24% dos votos. A personalidade de 2021, no entanto, só é escolhida em uma votação final feita por editores da revista. O resultado será revelado no dia 13 de dezembro.

Ao anunciar o vencedor através do voto popular, a revista destacou a alta taxa de rejeição do mandatário brasileiro e a lista de polêmicas envolvendo o seu nome. Segundo a publicação, Bolsonaro foi criticado recentemente pelo STF (Supremo Tribunal Federal), que ordenou uma investigação oficial sobre os comentários feitos pelo presidente no dia 24 de outubro, alegando falsamente que tomar as vacinas contra a covid-19 poderia aumentar a chance de contrair Aids. “Facebook e o Instagram retiraram a transmissão ao vivo dias depois de ela ter sido postada online, citando uma violação de suas regras”, pontuou a revista. “Time” também lembra que um relatório produzido pelo Senado, em outubro, recomendou que o presidente fosse indiciado por várias acusações criminais por administrar mal a resposta do país à pandemia da covid-19. O número de vítimas, desde o início da crise sanitária no Brasil, chegou a 615.789.

 

Trump ficou em segundo

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump ficou em segundo lugar na pesquisa popular, com 9% dos votos. Já os profissionais de saúde da linha de frente que trabalharam duro em meio à pandemia ficaram em terceiro lugar, com 6,3% dos votos. A lista de opções também incluía os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da China, Xi Jinping, e os primeiros-ministros da Índia, Narendra Modi, e da Nova Zelândia, Jacinda Ardern.

 

Conservadores se mobilizaram

Nas redes sociais, conservadores brasileiros se mobilizaram para participar da votação da “Time” e, consequentemente, votar no presidente Bolsonaro. O próprio mandatário chegou a fazer o pedido de voto em uma de suas tradicionais lives semanais. “Agora, em 2021, estamos liderando. Agradeço quem votou em mim. Quem não votou peço que entre lá no site da Time e vote”, pediu ele, na ocasião. Além de políticos, também concorriam o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, artistas como Britney Spears e Billie Eilish, e grupos de anônimos, como imigrantes haitianos e profissionais de saúde da linha de frente. A publicação tem uma edição especial que destaca um perfil desde 1927. Os últimos escolhidos na votação final foram Joe Biden e Kamala Harris, a vice-presidente dos EUA, em 2020, e a ativista ambiental Greta Thunberg, em 2019. De acordo com a revista, a “Personalidade do Ano” é quem mais influenciou os acontecimentos dos últimos 12 meses, “para melhor ou pior”.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]