Atendimentos continuam suspensos no Pronto Socorro do Hospital Manoel Gonçalves por agressão a médicos

Escrito por em 18/07/2022

O Pronto Socorro do Hospital Manoel Gonçalves (HMG), em Itaúna, suspendeu os atendimentos que não estejam enquadrados como urgência e emergência, por conta da agressão sofrida por dois plantonistas durante a madrugada deste domingo (17/7). Os atendimentos continuam suspensos durante esta segunda feira e até o momento a instituição não se manifestou oficialmente sobre a retomada dos atendimentos ou sobre a situação. A prefeitura de Itaúna, responsável pela manutenção do Pronto Socorro, emitiu nota de repúdio. O representante dos médicos cirurgiões do hospital pede segurança para a equipe de trabalho. 

Pronto Socorro do Hospital Manoel Gonçalves, em Itaúna, tem atendimentos suspensos. Foto: Reprodução redes sociais

De acordo com o Boletim de Ocorrência, o caso aconteceu por volta de 0h20 deste domingo, quando o filho da mulher apontada como agressora dos médicos teria dado entrada no Pronto Socorro do Hospital Manoel Gonçalves com dores abdominais. Segundo os médicos, o paciente teria de ser atendido por um Clínico Geral para somente depois, caso fosse necessário, ser atendido por um cirurgião.

Entretanto, a mãe do paciente não teria aceitado essa situação e se dirigiu ao alojamento dos médicos exigindo que o filho fosse imediatamente atendido por um cirurgião. Nesse momento, começou uma discussão e dois médicos foram agredidos pela mulher, de 36 anos, tendo um deles sofrido escoriações no rosto e ficando com os óculos quebrados. O outro teve escoriações no pescoço. A mulher não sofreu nenhum tipo de lesão, de acordo com o B.O., embora alegue que tenha sido agredida pelos médicos e apenas se defendeu.

Boletim de Ocorrência foi registrado no Hospital Manoel Gonçalves por agressão a médicos plantonistas. Foto: Reprodução redes sociais

Em virtude da agressão, o Hospital Manoel Gonçalves, que além de Itaúna atende pessoas de Piracema, Itatiaiuçu e Itaguara, emitiu uma nota suspendendo, por tempo indeterminado, o atendimento de todos os pacientes que não estejam enquadrados nos critérios de Urgência e Emergência.

Devido à agressão sofrida pelos médicos desta unidade nesta madrugada, por questões de segurança do corpo clínico e de todos os funcionários, está suspenso os atendimentos (Sic) de fichas branca, azul e verde até que seja resolvida a situação. Somente serão atendidos pacientes com critérios de urgência e emergência”, comunicou o Hospital Manoel Gonçalves.

Aviso do HMG sobre suspensão de atendimentos no Pronto Socorro. Foto: reprodução redes sociais

O Coordenador da Clínica Cirúrgica do hospital, Dr. Marcelo de Souza Marques, gravou um vídeo no qual fala em nome dos médicos cirurgiões da instituição e pede por segurança para a equipe de trabalho. Ele também pede apoio da população para os médicos do HMG.

A prefeitura de Itaúna, responsável pela manutenção do Pronto Socorro do Hospital Manoel Gonçalves, emitiu uma nota de repúdio em relação à agressão sofrida pelos médicos.

De acordo com a administração pública, a segurança da equipe médica é responsabilidade do hospital, e vai exigir providências.

“A direção do hospital será acionada para que sejam tomadas medidas urgentes e efetivas para aumentar a segurança dos profissionais que trabalham no Pronto Socorro”, informou a prefeitura por meio da nota de repúdio.

Nota de repúdio da prefeitura de Itaúna

Jornalismo Grupo Rádio Clube de Itaúna com informações do Jornal Estado de Minas


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]