Alago e Furnas propõem criação de consórcio entre municípios para regularizar uso e ocupação de áreas no entorno da represa que abrange o Centro-Oeste

Escrito por em 19/06/2021

Por Portal G1 Centro Oeste de Minas

A empresa de economia mista, Furnas Centrais Elétricas e a Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago) assinaram, nesta quinta-feira (17), um protocolo para regularizar o uso e ocupação de áreas no entorno do reservatório da Usina de Furnas, que abrange os municípios de Capitólio, Pimenta e Formiga no Centro-Oeste de Minas.

Segundo divulgação da empresa, entre outras finalidades, o protocolo assinado tem o objetivo de promover a cooperação técnica para a criação de um consórcio de municípios, que centralizará os pedidos de regularização de construções em áreas sob a concessão de Furnas e Áreas de Preservação Permanente (APPs).

De acordo com o presidente de Furnas, Pedro Brito, a iniciativa vai organizar o fluxo de operações e demandas de moradores e empreendedores, envolvendo também os órgãos de fiscalização.

“Estamos criando um mecanismo mais formal de governança para dar segurança jurídica e encontrar um caminho de prosperidade tanto para a empresa quanto para os municípios”, afirmou.

 

Para o presidente da Alago e prefeito de Cristais, Djalma Carvalho (DEM), o protocolo representa um passo importante para a consolidação do uso múltiplo do reservatório, utilizado para atividades de turismo, piscicultura e lazer.

“Este é um momento ímpar, inusitado na história das relações dos municípios com Furnas. Sei da imperiosa necessidade de termos um comportamento parceiro para dar às águas do lago o uso múltiplo tão desejado pelos municípios”, declarou.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]