21 municípios da RMBH aderem à ONDA LILÁS – mais restritiva que a Onda Vermelha e menos que a Roxa do Minas Consciente

Escrito por em 09/03/2021

Por: Jornal O Tempo

Após reunião na manhã desta segunda-feira, 08/03, 21 prefeitos das 34 cidades que compõem a região metropolitana de Belo Horizonte decidiram criar uma nova fase entre as ondas roxa e vermelha do programa do governo estadual Minas Consciente, apelidada onda lilás. O comércio poderá funcionar e haverá toque de recolher de 20h às 5h. Será proibido também a venda de bebidas alcoólicas gelada, inclusive, nos supermercados.

Veja abaixo as cidades que já aderiram:

Caeté

Capim Branco

Confins

Contagem – Depois de aderir à Onda Lilás adotou a Onda Roxa, mais restritiva

Florestal

Ibirité

Igarapé

Itaguara

Jaboticatubas

Juatuba

Mateus Leme – Depois de aderir à Onda Lilás adotou a Onda Roxa, mais restritiva

Matozinhos

Nova Lima

Nova União

Pedro Leopoldo

Ribeirão das Neves

Rio Acima

Santa Luzia

São Joaquim de Bicas

Sarzedo

Vespasiano

A Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Granbel) tem ainda mais 13 municípios, sendo que alguns já anunciaram protocolos próprios. Os prefeitos dessas cidades não estiveram presentes no encontro, mas ainda podem aderir à onda lilás. Segundo a prefeita de Vespasiano, Ilce Rocha, presidente da Granbel, essa é a tendência. “Foi a decisão da grande maioria, muitos já sinalizaram que vão participar também”, explicou.

As demais cidades são: Baldim, Belo Horizonte, Betim, Brumadinho, Esmeraldas, Itatiaiuçu, Lagoa Santa, Mário Campos, Raposos, Rio Manso, Sabará, São José da Lapa e Taquaraçu de Minas.

Leia mais:


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]